Please reload

Posts Recentes

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Posts Em Destaque

ALEGRIA DA MISSÃO: o que os Sacramentinos podem oferecer à Nova Evangelização no contexto africano?

 

A Igreja nasce da Missão do Pai, que envia ao mundo seu Filho pela força do Espírito Santo. Por isso a Igreja, que nasce deste mistério trinitário, é essencialmente missionária e, se não for missionária, deixa de ser a Igreja de Jesus Cristo. Por conseguinte, todo batizado, membro do Corpo de Cristo que é a Igreja, deve ser, no mais profundo de si mesmo, um verdadeiro missionário.
Neste mês de fevereiro, O Lutador, desejoso de fazer avançar o espírito missionário em meio às nossas comunidades, partilha a alegria da presença dos Missionários Sacramentinos de Nossa Senhora em Angola,
África. Atualmente temos três missionários em Moxico, Alto Zambeze, na Diocese de Lwena: Pe. Renato Dutra Borges, Pe. João Lúcio Gomes Benfica e Pe. Odésio Magno da Silva. Cada um deles, com seus dons, dedicação e ardor missionário, empenha sua vida a serviço do povo de Deus naquela Igreja Particular, consciente de que a Palavra de Deus deve ultrapassar os muros da Igreja e ser capaz de ir ao encontro das pessoas na sua simplicidade e pobreza.
Trata-se de uma missão que exige esvaziar-se de si mesmo, assumir uma vida simples e ser capaz de ajudar as pessoas a reconhecerem a presença de Deus que caminha com seu povo. Trata-se de ajudar a tornar visível, mais palpável e concreta a esperança cristã. E se, por um lado, o missionário dá um pouco de si, muito mais tem a receber desse povo de Deus. Confira o bonito testemunho, onde a ternura e a comunhão expressam a presença de Deus no meio de seu povo.
O espírito missionário, se não cultivado e alimentado, corre o risco de esmorecer. E muitas são as tentações que podem fazer-nos a perder o ardor missionário que leva a Igreja a cumprir sua missão. Neste sentido, nosso Papa Francisco, com ternura e firmeza, fala aos cardeais e a toda a Igreja, alertando-nos para o cuidado que devemos ter diante das possíveis “doenças” que podem atingir-nos, fazendo enfraquecer a missão da Igreja no mundo.
E quando já nos vamos aproximando do tempo quaresmal, somos convidados à conversão eclesial. A Campanha da Fraternidade articula no seu tema – Fraternidade, Igreja e Sociedade – a nossa missão de servir à humanidade. Não viemos ao mundo por acaso, nem apenas para “curtir a vida”. Deus nos confia a missão de zelar pela vida humana e pela vida no planeta. Não podemos nos omitir.
Ainda mais diante dos últimos atentados terroristas na França, quando o espírito religioso deveria semear a paz e a fraternidade, somos ainda mais desafiados a cuidar da nossa “saúde missionária”. Neste número de nosso O Lutador, muitos temas e questões variadas que se unem pelo prisma da nossa missão no mundo. Afinal, nós viemos pra servir. E isso é pra começo de conversa.]

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Procurar por tags
Please reload

Arquivo
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
  • facebook-square
  • Twitter Square
  • google-plus-square

© 2015 - MOBON - Dom Cavati - MG - Tel. (33) 3357-1348

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now